DESTAQUES SAÚDE

Mancha Mongólica: a mancha do bumbum do neném

O que é a mancha mongólica?

Você já reparou na bundinha ou na região das costas do bebê e percebeu uma mancha azul acinzentada que mais parece um hematoma? Calma. Não precisa se preocupar. Esta é chamada de mancha mongólica e é uma alteração comum que acontece em recém-nascidos e geralmente fica na região das nádegas do bebê.

Quais são as causas e por que ela acontece?

A mancha mongólica está muito ligada a descendência da criança. Ela é comum em bebês que têm como antepassados asiáticos, indígenas, hispânicos e/ou africanos. Como no Brasil boa parte da população possui ao menos uma dessas origens, as manchas mongólicas são muito comuns entre os bebês brasileiros, de modo que elas afetam entre 40 a 80% dos bebês brasileiros, variando de acordo com a região em que o pequeno nasceu.

 

Resultado de imagem para bumbum de bebe

A mancha mongólica é grave?

As manchas mongólicas não são cancerígenas e na maioria das vezes não são sinal de nenhum problema de saúde. Caso o bebê apresente muitas manchas ou a mancha cubra uma parte muito grande do corpo do pequeno isto pode ser sinal de algum problema de saúde e neste caso é importante entrar em contato com o médico.

Apesar de benigna, é importante que o diagnóstico da mancha mongólica seja feito o mais rápido possível. Isso porque a hiperpigmentação também é um dos sintomas de uma doença genética chamada hiperplasia adrenal, caracterizada por um mau funcionamento das glândulas adrenais, localizadas acima dos rins, responsáveis pela produção de dois hormônios importantes: o cortisol e a aldosterona. Uma das formas de descobrir se o seu bebê possui a doença é por meio do exame de triagem neonatal, o teste do pezinho.

Tratamento

Como não é considerada uma doença nenhum tratamento é necessário ou recomendado, isso quando a mancha mongólica é realmente apenas uma marca de nascença. Caso seja algo mais grave, outros tratamentos podem ser necessários, como o uso de laser.

A mancha mongólica desaparece naturalmente com o passar dos anos e quando a pessoa atingir a adolescência, a mancha provavelmente já terá sumido.