DATAS COMEMORATIVAS DESTAQUES

Dia Nacional do Combate a Exploração Sexual Infantil Você pode agir. Proteja nossas crianças e adolescentes. Faça bonito e disque 100!!!

Hoje dia 18 de maio é o dia nacional do combate a exploração sexual infantil, a data surgiu com o intuito de mobilizar a sociedade brasileira contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.  Nesta mesma data em 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu dia depois carbonizado, seus agressores eram jovens de classe media alta, nunca foram punidos.

A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O  “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há quase 40 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.

O abuso sexual é quando há o contato sexual entre uma pessoa para outra significativamente mais velha e poderosa. Já a exploração sexual é quando se paga para ter relações sexuais com uma pessoa menor que 18 anos. As duas situações se enquadram em crime de violência sexual.

Infelizmente essa ainda é a realidade do país, por isso, foi criado pela Secretaria de Direitos Humanos o “Disque 100” que é um serviço de encaminhamento e monitoramento de denuncias de violência contra crianças e adolescentes. O Disque 100 funciona diariamente das 08h as 22h e aos finais de semana, as denuncias são anônimas. É de extrema importância a realização de denuncias, é preciso proteger as crianças e adolescentes dessa situação!!

A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, e o acompanhamento da vítima e do agressor.

Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias militar, federal ou rodoviária e ligue para o Disque Denúncia Nacional, de número 100.

Você pode agir. Proteja nossas crianças e adolescentes. Faça bonito e disque 100.