DATAS COMEMORATIVAS DESTAQUES SAÚDE

Dia mundial do Parkinsoniano, conheça essa doença Esta data tem o objetivo de conscientizar e alertar a sociedade sobre a doença de Parkinson e as outras doenças parkinsonianas, responsáveis por afetar o sistema nervoso central

Hoje (4), é comemorado o dia nacional do parkinsoniano, esta data tem o objetivo de conscientizar e alertar a sociedade sobre a doença de Parkinson e as outras doenças parkinsonianas, responsáveis por afetar o sistema nervoso central.

A doença de Parkinson é uma doença neurológica, degenerativa e crônica, de origem progressiva, que atinge as pessoas acima de 65 anos. Esta doença ocorre quando as células não se regeneram com o passar dos tempos, fazendo com o que o sistema nervoso sofra degeneração em uma região do cérebro, e consequentemente tenha deficiência de dopamina, neurotransmissor que possui a função de controlar movimentos finos e coordenados das pessoas.

Causas da doença de Parkinson

  • Idade, pessoas acima de 65 anos;
  • Histórico familiar;
  • Segundo alguns dados estatísticos essa doença acomete mais pessoas do sexo masculino;
  • Traumas cranianos;
  • Contato com agrotóxicos;

Sintomas

Existem duas classes de sintomas, as motoras e as não motoras . Os sintomas motores são:

Tremores, Bradicinesia (movimentos lentos), Rigidez muscular, Alteração na fala, Redução do piscar de olhos, Perda da expressão facial

Sintomas não motores são de origem neurológicas, tais como:

Demência, depressão, ansiedade, alterações no sono, alucinações, raciocino lento

Diagnostico

O diagnostico é realizado através de um medico neurologista, não há exames específicos para a comprovação da doença de Parkinson, mas é feito analise dos sintomas e histórico familiar do paciente.

Pode ser feito também alguns exames para descartar a possibilidades de outras doenças neurológicas, como: eletroencefalograma, tomografia computadorizada, ressonância magnética, analise do liquido espinhal, etc.

Tratamento

O tratamento tem como objetivo o controle dos sintomas, pois a doença de Parkinson não tem cura. Pode ser encaminhado para tratamentos com fisioterapeutas para evitar o atrofiamento dos músculos, terapia ocupacional para adaptação das atividades do dia a dia, psicoterapia para acompanhamento dos transtornos psicológicos decorrentes da doença de Parkinson, fonoaudiologia para facilitar o processo da fala, exercitando os músculos da região.

Há tratamento realizados através de medicamentos, estes serão indicados pelo medico responsável. Alguns são oferecidos no SUS.