DATAS COMEMORATIVAS DESTAQUES SAÚDE Sustentabilidade

Dia Mundial da água Esse dia procura destacar a importância da conservação da água do planeta

A água é um recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos. Apesar de o nosso planeta ser repleto de água, estima-se que apenas 0,77% esteja disponíveis para o consumo humano em lagos, rios e reservatórios subterrâneos. Porém, essa quantidade não está distribuída igualmente por todo o território, existe locais onde esse recurso é considerado bastante valioso. Em virtude dessa desigualdade de distribuição, em várias regiões ocorrem verdadeiros conflitos por água.

O consumo de água no mundo durante o último século aumentou mais que seis vezes, enquanto que a população mundial cresceu quatro vezes, sendo as principais causas a industrialização e a mudança no estilo de vida do ser humano.

Apesar de a água ser um recurso abundante na Terra, somente uma pequena fração encontra-se disponível para o uso e exploração direta. Nas últimas décadas, o problema da poluição hídrica tem se tornado cada vez mais significativo, de forma a comprometer parte dos recursos já limitados. Problemas como a urbanização, construção de rodovias, indústrias, represamento, desmatamento, expansão da agricultura e pecuária, afetam consideravelmente o meio ambiente. A poluição das águas (rios, mares e oceanos) não afeta somente o ser humano, como também todo o ecossistema.

Resultado de imagem para poluição água

 

O Dia Mundial da Água foi instituído pela Organização das Nações Unidas – ONU, através da resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1993, determinando que o dia 22 de março fosse à data oficial para comemorar  o significado da água para a vida na Terra.

Neste mesmo dia, a ONU lançou a Declaração Universal dos Direitos da Água, que apresenta entre as principais normas:

  1. A água faz parte do patrimônio do planeta;
  2. A água é a seiva do nosso planeta;
  3. Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados;
  4. O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos;
  5. A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores;
  6. A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo;
  7. A água não deve ser desperdiçada nem poluída, nem envenenada;
  8. A utilização da água implica respeito à lei;
  9. A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social;
  10. O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.